Buscar

Uma proposta de casamento diferente na Irlanda!

Atualizado: Abr 8

Como vocês sabem em 2020 temos o dia 29 de fevereiro no calendário. Isto só acontece de 4 em 4 anos, sendo o ano considerado ano bissexto. Usando termos do irlandês seria um “bliain bhisigh" que se traduziria como um ano de melhora, de coisas boas!


Segundo o costume irlandês, em 29 de fevereiro, somente neste dia, às mulheres era oferecida a oportunidade de pedir seu homem em casamento, desafiando as normas que sempre se seguiram dos homens proporem ou tomarem a iniciativa.

E se o homem recusasse? Bem, então as coisas ficavam um pouco caras. Tradicionalmente, a pretendente rejeitada era indenizada por seu pretenso noivo, geralmente com presentes caros, como roupas de seda ou casacos de peles. Ou muitos pares de luvas, que seriam para esconder a mão da moça que não teria nenhum anel de noivado ou casamento para exibir.


Mas quais são as origens desta tradição?


St Patrick e St Brigid


Muitos contadores de estórias sustentam que a tradição do Ano bissexto remonta a uma discussão que aconteceu nos anos 500 entre os dois santos favoritos da Irlanda, São Patrício e Santa Brigit. St Patrick ou São Patrício, é o patrono da nação irlandesa e a Santa Brigid, que fundou o mosteiro de Kildare, é considerada a Maria da Irlanda.


Segundo a lenda, Santa Brigid implorou a São Patrício que permitisse às mulheres pedir o interesse amoroso em casamento, se assim o quisessem. São Patrício originalmente ofereceu a ela que seria um dia a cada sete anos, mas Santa Brigid conversou muito e conseguiu reduzir para um dia a cada quatro anos. Em outras versões, se diz que a própria Santa Brigid se ajoelhou para pedí-lo em casamento. Mas é claro que ele recusou e lhe deu um beijo no rosto. Os pão-duros acreditam que só um beijo no rosto basta e não precisam comprar os presentes caros quando recusam o pedido de casamento.


Casamentos em fevereiro


Uma outra versão seria que no passado, não eram permitidos casamentos durante a Quaresma. Aqueles que ainda se encontravam solteiros ou solteiras, quando já estivessem em idade para casar, estavam sujeitos à imortalização do seu status de “solteirice ou encalhamento”, em forma escrita e cantada.

Estes versos que zombavam dos solteirões, chamavam a atenção para suas recentes e memoráveis ​​conquistas românticas fracassadas, suas técnicas de cortejo e flerte que não funcionavam e também em referência a sua idade. Eram escritos geralmente em versos que facilitavam a memorização para serem recitados e eram conhecidos como as "listas de Skellig". (Bem parecidas com nossa atual mídia social que interfere na vida das pessoas).


A lista deriva do nome de uma ilha no condado de Kerry, no norte da Irlanda, a ilha de Skellig Michael (aquela mesma que aparece na série “Guerra nas Estrelas”). Devido à crença popular de que a Quaresma chegava um pouco mais tarde à ilha de Skellig Michael do que no resto da Irlanda, a ilha aparecia como um último recurso para casais que estavam desesperados. Quem se encontrava solteiro ainda teria uma chance de casamento.


Crenças semelhantes sobre 29 de fevereiro podem ser encontradas em outros países como na Finlândia, na Grécia, e em muitas partes do Reino Unido. Cada país tem sua própria tradição em relação aos presentes para a mulher que propôs e foi rejeitada.


Esta tradição das mulheres pedirem os homens em casamento aparece em muitos livros e filmes sendo o mais popular "Leap Year" de 2010, na versão brasileira, “Casa Comigo?” ou portuguesa “Tinhas que ser tu”. Ela achou um meio um pouco complicado de chegar ao seu destino final. De qualquer forma, ninguém viajaria do País de Gales para a península de Dingle no Condado de Kerry, se quisesse ir para Dublin. Mas, o que seriam das comédias românticas se não fossem exageradas!


A paisagem do filme é fantástica e encantadora, mostrando o interior da Irlanda. As filmagens foram feitas principalmente nos condados de Galway, Laoís e Wicklow e você, viajando comigo pela Irlanda, vai reviver este grande cenário.




E então, você pediria seu namorado em casamento se tivesse a oportunidade?


De qualquer forma as mulheres que quiserem seguir a tradição, se não propuseram casamento neste 29 de fevereiro, vão ter que esperar por mais 4 anos.



#minhairlanda #keepdiscovering #turismonairlanda #viajandonairlanda #guiadeturismo #omelhordairlanda #guideslife #visitireland #discoverireland #livindublin #aranislands #wicklow #kerry #laois #irishmade #inspiração #guianairlanda #turismoverde #stpatrick

10 visualizações

Contato

Claudia Ozelame

Guia Brasileira na Irlanda 

Dublin 13

Rep. da Irlanda 

​​

Tel/Whatsapp 00353 (0)87 632 4660

Cozelame@gmail.com

  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn

© 2023 by Personal Life Coach. Proudly created with Wix.com